O fim da TV Globinho

Apesar de ter passado praticamente a vida inteira estudando de manhã [inclusive fiquei sabendo do Onze de Setembro pelo meu professor de Geografia; sendo este um brincalhão, ironizei o fato de alguém ter atacado os Estados Unidos – claro, “até parece que…”], sempre tiveram férias e feriados para conferir a decadência do modelo de loiras como apresentadoras [Jaqueline Petkovic, aonde anda você?] e ver os desenhos animados sendo tratados ao mesmo tempo de forma melhor, por serem agora realmente o prato principal da programação, e pior, por a cada Tom & Jerry ou Animaniacs que saía da grade dificilmente surgir um Super Choque ou Avatar para substituí-lo.

Sim, desenhos – qual é mesmo a diferença entre um Dragon Ball e um Tartarugas Ninja na mente de uma criança? E sinceramente algo como As Aventuras de Jackie Chan é mais bacana que muito battle shounen por aí. Mas cresci como tantos e vi que desenho adulto é aquele que tenha garotinhas em posições sexualmente sugestivas. Tá, não – mas mesmo assim todos largamos a TV para fazer faculdade, trabalhar, passear, roubar, sei lá… – e adivinha quem ficou em casa?

Ao longo das últimas décadas a demografia do Brasil mudou de forma acelerada – e se ainda somos um país de jovens, o grosso da população já está na idade adulta e a taxa de natalidade já ainda muito próxima da chamada taxa de reposição populacional em um Brasil que caminha para ser velho. E em uma nação de filhos únicos e crescente classe média, o relativamente velho hábito de as crianças serem praticamente criadas por estas babás eletrônicas tem cada vez mais concorrência, desde toda a espécie de cursos e atividades extracurriculares até entretenimento como videogame e internet.

Assim, essas poucas crianças com interesses fragmentados viraram nicho – e nichos não interessam o suficiente à maior emissora televisiva do Brasil, que sem nenhuma surpresa simplesmente cancela um bloco já moribundo de sua programação para acomodar um projeto destiando ao público adulto – afina foi este que respondeu positivamente as investidas da concorrência no efetivo Hoje em Dia. É o aposentado ou o trabalhador com horário alternativo que prefere esta mistura homeopática de jornalismo e variedades como maneira de ao menos passar o tempo pela manhã, seja estando ainda deitadinho em sua cama, seja tomando um café na padaria enquanto está na rua.

Claro que ficarão saudades de algo que ajudou ao menos um pouco a ser o que somos hoje, mas a vida continua e as crianças do futuro, os nossos filhos, cada vez mais serão moldados por programas do Discovery Kids a casa da Mãe Joana que é a Internet [caro menor de idade que lê o Nahel Argama, seu pai sabe o quanto gosta destes desenhos japoneses famosos pela quota de sexo e violência?] O mainstream agora é a tentativa de criar uma Oprah Winfrey brasileira; nada mais apropriado para um país que em vários sentidos perde a inocência e a magia da infância face a ambição e a pompa da fase adulta. Evidentemente, o fã de animação dentro de mim chora. Mas infelizmente temos que entender que isto é algo natural, faz parte. Não deveria, mas a realidade é dura. Fica a saudade de mais um bloco que soma-se aos muito superiores Disney Club e Band Kids como formador de muito blogueiro por aí.

P.S.: Também a válida a visão do campeão de cliques [pelo menos de cá para lá] Mais de Oito Mil sobre o assunto. Galhofeira, mas válida.

11 Comentários

Arquivado em Curiosidades, Notícias

11 Respostas para “O fim da TV Globinho

  1. Descanse em paz TV Globinho, e Discovery Kids oq, o lance que no futuro vai ter a Punch TV trazendo os animu pra garotada.

  2. O fim da TV Globinho realmente não me surpreende, visto que a programação já vinha sofrendo com baixa audiência e já havia perdido espaço para um programa voltado ao público adulto. Também não me afeta, já que, hoje em dia, quase não assisto mais à televisão.
    Mas é impossível não ficar um pouco triste, bem como um pouco nostálgico, com essa notícia. Afinal de contas, esse programa nos agraciou com muitos desenhos memoráveis e ajudou, ainda que indiretamente, a formar o gosto de muitos pelos animes.
    Minha maior tristeza fica mesmo por conta das futuras gerações de crianças que, como bem dito por você, irão crescer num país cada vez mais velho e, consequentemente, com cada vez menos opções de entretenimento para esse “nicho”.

  3. Suna

    Se for considerar o quê era a TV Globinho recentemente, já vai tarde. A gurizada merece coisa melhor do que as reprises infinitas do Bob Esponja e seriados bestas que só servem pra lançar futuras teen idols.

    E não, não estou falando de animes. Hoje, do jeito que qualquer coisa se torna ofensiva à “moral da família brasileira”, prefiro que não sejam mais exibidos na tv aberta.

    Os pais que quiserem distrair seus pirralhos de manhã ou mudam de canal, ou terão que recorrer à tvs pagas, downloads e dvds. Opções não faltam. Tv Globinho não fará falta.

  4. Rozeex

    Que triste, a tv globinho fez parte da infância de muitas crianças, mas com o tempo veio perdendo força e isso ainda na época que assistia.

  5. Eu cheguei a comentar com a Valéria do Shoujo Café que eu achava isso um erro, de ninguém querer mais investir em programação pra crianças. Depois reclamam que as crianças deixam de sê-las cedo demais, que querem fazer as unhas e usar roupas que imitam as de adulto aos 8 anos de idade.

    Sim, o fim da programação infantil também tem explicação na taxa de natalidade menor, nas atividades extras, na tv a cabo, internet e videogames. Mas ainda acho um erro. Não falo pelos possíveis animes, falo por desenhos “clássicos” mesmo, e suas eternas reprises – que não serão mais eternas. Tenho pra mim que isso levará pra longe a criatividade e a imaginação de muitas crianças… até porque nem todas tem acesso à tv a cabo ou a internet.

    Pra piorar, a Globo detém o direitos de TODAS as animações da Disney (ao menos eu acho que sim), pra onde vai tudo isso, pro lixo? Eu sinto como se fosse uma grande perda, sem chance de volta. Só sobrará o SBT que ainda insiste com desenhos animados de manhã… quanto tempo mais será que vai durar?

  6. eu ainda assisto a tv globinho (na maior parte só escuto enquanto estou no computador), mas verdade seja dita o programa já não vai bem a muito tempo, e não posso dizer que sentirei muita falta pois não tem nada que me interesse muito no programa, mas acho que pra tv brasileira num geral vai fazer falta sim, pois além da globo ter um grande estoque de series de desenhos (assim acredito eu) que estão morfando no baú a tv globinho é a unica programação infantil da maior tv do país, tem esse negocio de videogames, tv a cabo e internet que deve atrapalha esse tipo de programa, mas como foi dito no comentário acima essas coisas não fazem parte da realidade de muitas crianças no nosso país (acredito que muitas mesmo), então pra muitas delas o pouco que resta de interserimento televisivo vai ser mais restrito ainda, ou nem existir mais pois mesmo que ainda exista o sbt com seu bloco infantil, existem lugares que o sinal desse canal nem chega ou não presta (pelo menos onde eu morava era assim) e você precisa de uma parabólica, coisa que famílias muito pobres não devem ter nem condições de terem.

    Mas agora só restando o Bom dia e Companhia do SBT me pergunto também até quando isso vai resistir a essa onda de programas de variedades matinais, qualquer manhã dessas as crianças podem dar de cara com a ameba humana da Helen Ganzarolli fazendo o boletim policial e em seguida falando com especialistas sobre chulé, micose ou coisas desse tipo que já estão saturando nas manhas da tv brasileira….

  7. Pingback: #paniniday, Advogado do Diabo | Nahel Argama

  8. Pingback: Osamu Tezuka, O Pai do Anime | Nahel Argama

  9. Pingback: Gloob Rejeita “Animações Japonesas Violentas” | Nahel Argama

  10. adriano

    Saudades de Dragonball Z e de Medabots na extinta….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s