Dez Melhores Casais de 2011 Para Os Japoneses

E vem, via 4chan, um scan de uma revista especializada em animes& – provavelmente da prestigiada [entre os otakus hardcore] Megami Magazine – que mostra o resultado uma pesquisa entre os leitores desta para saber afinal qual é o melhor casal, oficial ou não, surgido em algum anime neste ano de 2011. Antes dos comentários a lista:

1 – Madoka x Homura [Mahou Shoujo Madoka Magica] – 3125 votos

2 – Hibiki x Kanade [Suite Precure] – 1214 votos

3 – Jinta x Menma [Ano Hi Mita Hana no Namae o Boku-tachi wa Mada Shiranai] – 941 votos

4 – Okabe x Kurisu [Steins;Gate] – 874 votos

5 – Sakamichi x Subaru [Mayo Chiki!] – 731 votos

6 – Tooru x Run [A Channel] – 692 votos

7 – Naito x Naruze [Kyoukai Senjou no Horizon] – 625 votos

8 – Misaka x Kuroko [To Aru Majutsu no Index II] – 591 votos

9 – Yuuji x Shouko [Baka to Test to Shokanjuu Ni!] – 580 votos

10 – Kyouko x Yui [Yuru Yuri] – 401 votos

Antes de tudo, 2011 realmente foi o ano no qual a heterossexualidade morreu nos animes. Apesar de sempre brincar com o fato de termos tido neste Uta no Prince-sama e seu encerramento que simplesmente afasta grande parte de qualquer potencial público masculino [AQUI], os otakus homens que são o público-alvo deste tipo de revista não podem falar nada.

Afinal, dos dez casais preferidos deste simplesmente seis são formados entre duas garotas – o chamado yuri. E desde a paixão antiga entre Kuroko e Misaka [afinal, Index teve sua primeira temporada entre 2008 e 2009] até o belo beijo dado entre Naito e Naruze já no fim de Kyoukai Senjou no Horizon, o fato de cada vez mais os homens não estarem a fim de ver outros homens em seus desenhos faz com que surjam animes as cópias de K-ON! [claro que há certo exagero dos críticos e simplesmente estes seguem os ditames do gênero, cada qual tendo suas especificidades] como A Channel e Yuru Yuri, que apelam sutilmente neste gênero. Os otakus compram razoavelmente mas se deliciam com estas meninas [e em época pós-Comiket 81 deve pipocar altos doujinshi explorando estes – e outros – casais].

Além destes quatro mais óbvios, temos também a grande surpresa que foi a segunda colocação de Suite Precure, através de seu casal principal [Hibiki x Kanade] – como alguns casais já citados, as duas são polos opostos que se complementam e se atraem. Na série, obviamente – e sem segundas intenções, afinal é um produto feito para crianças – amigas; já na cabeça do público-alvo secundário e otaku que também assiste a série…

E claro, como não falar de Madoka Magica. O melhor anime de 2011 – e também o que mais mexeu com as emoções das pessoas mundo afora – teve desenvolvimento de personagens marcante [mesmo com suas personalidades sendo clichês]; e uma consequência algo inesperada [ao menos nesta proporção] foi a imensa popularidade que atingiu o casal formado entre as duas protagonistas da série. Homura talvez tenha sido a melhor personagem feminina de 2011, e seu amor e ódio por Madoka sozinho conseguiria levar a cabeça dos shippers a altura – e quando temos um anime como Madoka Magica, que consegue ser também ótimo, tudo fica mais fácil.

E com isso terminam- e os casais héteros?

Apesar de poucos, no geral eles são nitroglicerina pura. A relação entre Sakamichi e Subaru pode ser tensa em Mayo Chiki!, mas nada se compara ao delicioso e sádico clima que envolve Yuuji e Shouko em Baka to Test to Shokanjuu [Ni!]. Talvez seja preconceito por conta do péssimo anime de Mirai Nikki, mas os fãs do amor profundo que só uma yandere pode dar deveriam prestar mais atenção nesta menina de voz calma e cabelos roxos porque ela sabe como poucas ser determinada em busca de seu objetivo.

Um parêntese para o amor de conto de fadas entre Jintan e Menma [a Ranka Lee de Ano Hana, feita para ser protagonista mas eclipsada pela presença de uma bela, peituda e tsundere – no caso, Anaru] antes de entrar no casal do ano.

Sim, só quem assistiu Steins;Gate sabe o porque de Okarin [ou Okabe Rintarou] e Christina [ou Makise Kurisu] serem o, na linguagem de internet [em inglês], o One True Pairing [Único e Verdadeiro Casal, em tradução algo aproximada] de 2011. Poderia escrever mil palavras falando o porque, mas simplesmente os criadores conseguiram criar um casal com química, ponto.

Assim a da média destes japoneses, opinião pessoal que só adiciona na discussão – e pra você, qual foi o casal do ano? Discuta nos comentários.

P.S.: No artigo a esquerda da lista, é citado o casal Kotetsu x Barnaby – mesmo os leitores não querendo, por que não?

13 Comentários

Arquivado em Curiosidades

13 Respostas para “Dez Melhores Casais de 2011 Para Os Japoneses

  1. Pss

    É a prova final de que só por aqui pra fazerem um drama tão grande por incompatibilidade de Sci-Fi e Yaoi (o casal polêmica Shion e Nezumi ficou de fora do topo casais homossexuais do ano).

    Ai ai o amor… Ainda acho que os fãs não sabem diferenciar amizade e amor (tá mais fácil pra eles acreditar em amizade de homem e mulher do que de mulher com mulher ou homem com homem), mas tuuuuudo bem. É assim até na vida real, né?

  2. Coisa mais linda HibiKana em #2! Tô surpreso hahaha ❤

  3. Jinta/Menma em terceiro, PAREI AÍ.

  4. Lucas Medeiros

    Estou pasmo com ela lista. Bando de onanista safado!!! O pior é que devem estar todos se imaginando como as garotas, é por isso que revista de otaku hardcore não é representativa do fandon ou vcs realmente acham Sankaku Complex e 2chan reune a fina flor da otakada.

  5. Nemligo pra rage de yurifags ou yaoifags, mas me CANSA ver a otakada delirando com casais homos que só existem na imaginação deles! Hibiki e Kanade, SRSLY? Não se pode ter uma melhor amiga que virou sinônimo de tensão sexual? (o mesmo pra melhores amigos!) Tenho até medo de ter uma melhor amiga hoje em dia, daqui a pouco tem otaku retardado me shipando com ela…
    .
    Nessas horas é que eu concordo com o pessoal que zoa otakus, isso é falta de mulher – ou de homem! Mas também vão fazer uma pesquisa dessas num site de otakus hardcore que devem viver de doujins – ou serem eles mesmos que fazem aqueles doujins nojentos que infestam o Pixiv com fanarts sexualizadas de animes pra crianças (sim, estou falando de Precure e correlatos, como Pokémon). Me irrita saber que existe esse tipo de gente, mas ao mesmo tempo, é uma pequena parcela de otakus doentes a esse ponto… bem, ao menos espero que sim 😛

    • Qual o problema de shippar casais homos? Se você só shippa hétero, as chances de já ter shippado apenas dois amigos ou o clássico “garota que gosta dele x garoto que não percebe os sentimentos dela” que nunca chegou a ser canon são altas. Isso é tanto delírio quanto com shipping homo.

      Se você for shipper, entende perfeitamente bem que “shippers gonna ship” e isso não é diferente entre que só shippa hétero e quem também shippa yuri ou yaoi.

      Na maioria das vezes, shipping é mesmo apenas um delírio, seja ele hétero ou homo, e colocar “yurifags” e “yaoifags” na categoria dos otakus hardcore MESMO – os NEETs que gastam todo seu dinheiro com eroges e etc – nos ofende. Nós somos tão normais quanto você. Alguns são mais hardcore e shippam casais sem sentido? Claro que sim, mas entre os “shippers de hétero” também há essa parcela nada pequena de fãs hardcore. A única diferença entre os dois “tipos” de shippers é a sexualidade dos casais shippados. Julgar alguém só porque gosta de ships homo é ridículo.

      E “otaku retardado” que shippa DE VERDADE pessoas que conhece tem nos nos dois tipos de shippers (mas é claro que a maioria só diz que shippa A x B de brincadeira).

  6. Faltou Saber x Irisvel, esse bando de putos.

  7. Ed

    Bah nada contra com os shippers de yaoi e yuri! Mas realmente prefiro os casais hetero!
    e faltou o Toori e a Horizon Ç_Ç

  8. Se for mesmo da Megami Magazine, o ranking não me surpreende. Assim como se fosse uma B’s Log da vida estaria cheio de casais yaoi. É como a Sarah falou: shippers gonna ship.
    Ah, e o melhor casal do ano pra mim é Nezumi e Shion.

  9. Acho que a Madoka e a Homura não tinham que estar nessa lista não.
    Sou mais o Okabe e a Kurisu em primeiro e o Jinta e a Menma em segundo.
    E concordo que a Yuno deveria ter uma atenção mais especial. O que mata e o merdinha do Yuki do lado dela.
    Eu queria ela pra mim !!!

    Muito Obrigado.

  10. A imaginação dos fãs faz o produt de cada dia. Hahaha. Cansei de ver fandom falando e imainando. Essa de shipers é algo de fãs não necessariamente é verdade até porque só se mostra na real quando é Yaoi ou Yuri.

    Temos os toques Yaoi e Yuri. Embora nós saibamos que ai maginação dos fãs alçam voôs impossíveis. Ou alguém não se lembra das fã arts do SHinji com a Asuka ou da Asuka com a Rei?! Seriously. Tem hora que parece piada.

    E essa listinah aí em cima de quem é o casal mais gay ou o que é verdadeiro Yaoi ficou vergonhoso, povo. Moryou no Hakko tem um casal Yuri evidente e ninguém precisou ficar fazendo shipper pra ser uma das mais siginificativas histórias de amor de animês. Pelo menos em termos homossexuais. Caso queiram conferir é ´soassitir o primeiro episódio do animê.

    De qq modo texto interessante, embora eu ache que esses casais como quase tudo em naimê e mangá é muito conseqüência dos fãs “hardcore” que vivem animê. XD Desculpem gente, mas eu acho que pela primeira vez na vida eu leevi ese tema mais leve do que o pessoal que se diz fã.

    Sério que isso é um assunto tão sério? Pelo amor. Vamos com calma….

  11. “Claro que sim, mas entre os “shippers de hétero” também há essa parcela nada pequena de fãs hardcore. A única diferença entre os dois “tipos” de shippers é a sexualidade dos casais shippados. Julgar alguém só porque gosta de ships homo é ridículo.”

    Sem querer ofender a fã-base hardcore, mas isso me ofende profundamente. #Brinks, mas como eu já disse eu não vejo o porque dessa projeção. Mesmo. E não me venha dizer que porque sou homem não poso ocmpreender isso. Casais Yuri são um prato cheio pra nós tbm. Sakura e tomoo? Embora eu ache qe é mais do que Shipping nesse caso e sim quase uma mensagem sublimianr od autor.

    Apenas deixo registrado que o que me irrita e sempre vai me irritar nisso é a energia dispendida em cima de algumas projeções. Possam ser elas reais ou não. Só não entendoi porque as pessoas precisam mostrar que entendem disso e gostam. Entendo de n aimê e mnagá sem precisar fazer fuzuê. Mesmo.

    Tanto é que pra mim eu prefiro um casal mostrado como tal ou insinuado. Do que adianta iamginar um casal que nem ao menos tem condições de se formar?! Daí se briga por A + B. Isso me lembra muito a discussão entre os verdadeiros fãs de RPG e os joagdores de jRPG. Aquela troca de farpas e apenas um dfesgaste mental desnecessário.

    Eu acho que o pessoal está botando ergia demais em um asunto que, pelo menos pra mim, não é importante. Cada um tem o direito de imaginar o que quiser não julgo isso. O que me preocupa é quando discussão vira troc de farpas e as preferências viram motivo de ataque pessoal.

    Cansa não pelo fato de ser uma discussão de algo muito pessoal e quase trivial, mas pelo fato das pessoas dispenderem tanat energia em algo que na verdade é mais pessoial que objetivo e nem smepre pode ser comprovado. É como julgar alguém porque não conseguiu ogstar de um livro X.

    Só quero dizer o seguinte. Isso enche o saco. De qq modo eu sei que todo mundo vai ocntinaur discutindo os seus traumas, preconceitos, fantasias e o escambau à quatro, mas é muito triste ver que uam discussão dessa chega a ser levada ao extremo. E, vamos ser sinceros. Algo trivial…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s