Nahel Argama Awards 2011, Lado B

Enquanto outros blogs como o Gyabbo, MBB Anikenkai ou Troca Equivalente já tem seus Melhores do Ano, ainda estamos na fase de aquecimento para o Nahel Argama Awards – afinal, ter que explicar em torno de vinte categorias [além de apontar e detalhar os dez Melhores Animes de 2011] prova-se tarefa razoavelmente árdua. Mas mesmo com tantas categorias, sempre falta algo a ser dito – ainda mais se forem levados em conta dados menos importantes e óbvios mas mesmo assim interessantes – claro, de uma maneira algo galhofeira. Então, que tal começar por este Lado B dos melhores do ano, em suas sete pequenas e diferentes categorias?

Fanservice Criativo do Ano

Fractale

Você pode procurar o quanto quiser n’O Melhor de Guilty Crown que não vai achar algo como a imagem acima. Ou esta outra. Yutaka Yamamoto pode ter falhado em muita coisa no anime de sua vida, mas com certeza o ecchi e o fanservice meticulosamente planejado para soar natural não está incluso nesta lista.

Melhor Anime que Nem Você Assistiu

Hyouge Mono

No momento de lançamento deste artigo, trinta e seis dos trinta e nove episódios planejados já exibidos no Japão; enquanto isso, somente dez foram legendados em inglês. O Lancaster avisou e os fansubs cumpriram a risca. Assim, o melhor jeito de você acompanhar este anime que apenas uma ou outra alma penada assiste é ler os posts do Star Crossed Anime Blog sobre o assunto. Enquanto isso…

Melhor Construção de Mundo

Kyoukai Senjou no Horizon

Em um futuro distante, houve necessidade de recomeçar a história de nosso mundo. Então os humanos subiram aos céus como deuses, mas quando terminaram de guerrear eles perderam o poder que um dia tiveram; então, eles foram forçados a retornar à Terra.

Mas a natureza do planeta havia tornado-se hostil – os Estados Divinos eram o único lugar habitável restante. Então, para retomar a antiga prosperidade a humanidade usou um registro histórico chamado Testamento como um guia, dividindo os Estados Divinos no mundo real tendo uma cópia, os Estados Divinos Harmônicos, para reproduzir a história do homem.

Porém os Estados Divinos cometeram um erro enquanto repetiam a história da Idade Média; isto resultou na queda dos Estados Divinos Harmônicos, convidando outras nações a invadir e conquistar os Estados Divinos do Extremo Oriente.

Os reis juntaram forças com os senhores feudais da terra. Atualmente, os senhores do Extremo Oriente e herois de vários lugares do mundo estão revivendo a Era Sengoku e a Guerra dos Trinta Anos enquanto batalham pela dominação mundial. – Kyoukai Senjou no Horizon, episódio 1, 22min35~24min05s.

Melhor Música de KPop em Anime

Ao no Exorcist ED 1 – Take Off

O melhor gênero de música do mundo¹ aos poucos vem invadindo a cena dos animes – e após verdadeiros chicletes como Share the World terem aparecido inclusive no mainstream One Piece, aqui temos em Ao no Exorcist a boa música do conhecido 2PM – agora em empreitada japonesa – Take Off. Simples e muito eficiente, nisso lembra o encerramento de Durarara!! Trust Me – que mostra que sim, o KPop já começa a expandir seus tentáculos também no Japão.

Momento Politicamente Incorreto em 2011

Kyoukai Senjou no Horizon e Yondemasuyo, Azazel-san

Tendência Muito Muito Específica do Ano

Lolis Detetives [Dantalian no Shoka, GOSICK, Kami-sama no Memo-chou]

Em uma mídia que se preocupa principalmente em agradar a um nicho muito pequeno de consumidores vorazes que adotam anime praticamente como seu estilo de vida, não é incomum surgir tendências específicas até demais – exemplo máximo são as imortais clones de Rei Ayanami [Evangelion], todas tímidas e de cabelo azul e curto, sendo que Yuki Nagato [Suzumiya Haruhi] até conseguiu ultrapassar a barreira do clone e tornar-se referência por si só.

Poderíamos estar falando de todas as meninas cantoras, de Guilty Crown a Kyoukai Senjou no Horizon, que estão assolando os animes mas o que realmente chamou a atenção de muitos foram as detetives de corpo inversamente proporcional a inteligência que da superior Victorique de GOSICK a não tão interessante Alice de Kami-sama no Memo-chou marcaram levemente sua presença em 2011.

Infelizmente, as vendas das três obras citadas foram pífias – o que talvez mostra que os otakus preferem suas lolis sem inteligência, sendo que o sucesso de Ika Musume e Milky Holmes, famosos por suas personagens burrinhas, parece apontar nesta direção.

Uadarréu de 2011

DOG DAYS

O Japão é cheio de valorizar animes que são amplamente desprezados no Ocidente – para ficarmos em exemplos dos últimos anos, Macross F, Saki e Tantei Opera Milky Holmes. Com um pouco mais de conhecimento e capacidade de abstração para tentar entender o que passa na cabeça do otaku japonês, que até pela cultura possui em seu inconsciente coletivo valores diferentes dos nossos, dá para assimiliar o porquê de tais séries terem sido o sucesso que foram.

Geralmente ao menos boas dentro de sua proposta, possuem elementos que atraem o público e levam-no a dar certo valor a estas séries; da direção efetiva do primeiro ao bom timing cômico na metade do último, as obras citadas acima conseguem satisfazer o espectador. E DOG DAYS, como fica?

Duas tentativas, quatro episódios assistidos depois e temos uma obra incrivelmente mediana; um bom termo para ser usar é medíocre – como apontado no dicionário, “mediano, trivial, que está entre o grande e o pequeno”. Confiando nos reviews que não apontam uma crescente na série, fica a dúvida, por que isso faz sucesso?

Certo, temos um elenco fantástico de dubladores [talvez o melhor do ano como um todo] e a série é moe~, é fofa quase ao ponto do inofensivo. Mas é tudo que conseguimos apontar de positivo em uma obra que conseguiu destaque suficiente para chegar tranquilamente a sua segunda temporada. What. The. Hell.

E aguardem – o Nahel Argama Awards 2011, o de verdade, foi adiado mas um dia sai. Só ter um pouco de calma. Até a próxima.

¹ – Ironia, pessoal. Vocês acham mesmo que…

10 Comentários

Arquivado em Curiosidades, Outros

10 Respostas para “Nahel Argama Awards 2011, Lado B

  1. Fanservice “velado” em Fractale ^^”

  2. PORRA FANSUBS! Cadê vocês lançando Hyouge Mono?!

  3. WOW, excelente escolhas de categorias.

    Dog Days tem segue a formula básica pra fazer sucesso. Nem precisa ser bom, que vai vender sempre. Eu achei até bonzinho, apesar de dispensar grandão o fanservice. Mas e ai, não sou o público alvo daquilo e é justamente por focar no público alvo, que vende.

  4. Na espera pelo Hyouge Mono onze, maldição.
    Gostei das categorias, mais legal do que as normais de sempre.

  5. Olá!

    Sou dona do blog Estação Harajuku e gostaria de firmar uma parceria com seu blog através de troca de links. Aguardo retorno.

    http://www.harajukunews.blogspot.com

  6. seapher

    Finalmente alguém citou Hyouge Mono, o anime é simplesmente fantástico! Fico feliz que ele não foi esquecido de ser o mais esquecido de todos.

  7. @Suzi: Velado? Imagine se não fosse.

    @cesarartennou: 😦

    @Roberta Caroline: Discordo. Não entendo o sucesso de DOG DAYS justamente por não ter destaque nenhum pra isso. Yuru Yuri é divertido na medida certa para os fãs de 4koma e derivados, Hanasaku Iroha tem os melhores cenários em anime em um bom tempo, mas… e DOG DAYS?

    @rubiopaloosa: Bem, ainda teremos as “normais de sempre”. Pode se decepcionar – e não se esqueça de comentar por lá.

    @seapher: Está na minha lista, o difícil é saber que só em 2013 deve terminar de ser legendado. Que nem Souten Kouro, transmitido em 2009 e que foi ser legendado por completo só no final de 2011. Triste.

  8. Que as prefiram burrinhas é algo que faz sentido. Eles precisam de personagens no seu nível mental. 😉

  9. Pingback: Anime, Cultura Japonesa e Religião: Uma Combinação Possível? | Nahel Argama

  10. Pingback: O Melhor Anime de 2011 Segundo os Japoneses | Nahel Argama

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s