Dez Aberturas de Anime: One-Shots [Part B]

Provavelmente quem frequenta este blog já tem um considerável repertório de animes assistidos; e quando se contam algumas centenas de obras no currículo, díficil não reparar que diversas obras primam por às vezes surpreender o espectador com alguma sequência de abertura pensada especificamente para somente um ou alguns poucos episódios.

Apesar de comumente esquecidas – afinal, não passam tempo suficiente para ficarem marcadas na memória afetiva do espectador – diversas destas tem sim seu valor. Após algumas semanas atrás ter publicado a Part A deste artigo, chega a hora de vermos outras cinco aberturas de anime que são praticamente entregues de uma vez [ohe-shot].


Kafuka, XXX, Meru e XXX – Lilicure GO GO! [Zoku Sayonara Zetsubou Sensei OP, episódio 7]

A série Sayonara Zetsubou Sensei é conhecida pela soma de dois fatores: a acidez do conteúdo proveniente do manga de Koji Kumeta mais o afiado visual – que aqui encaixou-se com surpreendente equilíbrio, algo incomum até no bom estúdio – que só o Studio SHAFT poderia proporcionar.

E quer algo melhor que uma das várias aberturas [e encerramentos] alternativos propostos ao longo principalmente desta psicodélica segunda temporada para provar isso? Claro que o character design remodelado aqui e a arte muito boa contribuem e muito para um resultado que apenas visualmente já é excitante, mas tudo fica ainda melhor ao ver que temos aqui uma paródia em certo grau até aberta sobre o complicado gênero que é o mahou shoujo; afinal, por trás da inocência aparece uma calcinha aqui, um lesbianismo acolá… Bem que poderíamos tê-la em mais episódios, não?


Boom Boom Satellites – Back on my Feet [Bounen no Xamdou OP 2 – na versão para TV]

Bounen no Xamdou originalmente foi uma animação feita para a PlayStation Network; e ao longo do 2-cour de duração na internet teve como abertura a ótima Shut Up and Explode. Mas após o fracasso desse modelo [afinal, o BONES logo decidiu voltar com Eureka Seven], logo a série foi retransmitida na TV japonesa para tentar angariar mais alguns consumidores para os BDs a serem lançados.

E na segunda parte da série entra esta nova OP – não presente em muitos downloads por aí, afinal estes foram baseados na primeira versão – que pode não ter uma música tão chiclete quanto a original mas é igualmente boa – e carregada de SPOILER. Carregada de um feeling mais clássico, consegue [infelizmente] refletir o sentimento deixado por essa segunda metade da obra: a intenção é boa, mas o resultado é confuso e mostra que os criadores erraram a mão – uma pena. Vale pelas cenas de ação.


Takeuchi Hiroaki – Appare☆ Banchou Sanchou! Beelzebub [Beelzebub OVA OP]

Claro que tecnicamente esta abertura feita a toque de caixa tem seus diversos defeitos – e para alguns, pode ser difícil de perdoar a fotografia genérica com uma paleta de cores fraca e amenizada demais e traço feito com desleixo por uma equipe de profissionais mal-preparados; mas como ela tem personalidade!

E isto é devido principalmente a música, com feeling bem clássico que cabe como uma luva em um manga que – pelo menos nesta fase inicial – é simplesmente uma história aonde um delinquente encontra um bebê que é nada mais nada menos que o filho de Satanás.

Sendo assim, temos aqui estas duas metades reunidas com considerável harmonia em exemplo feliz do que poderiam ser aberturas deste tipo de obra [no caso, battle shounen infinitos]. Claro que ainda temos exemplos como este, mas estes são progressivamente raros, o que é uma pena.


Masaaki Endoh to 3Gs – Yuusha-oh Tanjou! [Gathering Mythology Version] [Yuusha-Oh Gaogaigar FINAL OP – versão Grand Glorious Gathering]

Yuusha-Oh GaoGaiGar sem dúvida é uma série que acabou virando sinônimo de épica – principalmente ao conquistar mais os corações dos nostálgicos por tudo aquilo que praticamente não existia mais e ao qual ela faz uma bela homenagem que a intenção de ser o sétimo ano da máquina de vender brinquedos que era a franquia Yuusha [Herói, Bravo].

E a abertura inesquecível da série sem dúvida é um dos pontos altos desta, tanto que a absolutamente desconhecida – e não legendada em português pelos fãs – obra atingiu a 23a posição em uma larga enquete no famoso fórum 2ch sobre qual seria a melhor abertura.

Claro que a versão da TV é ótima, mas a adição ao longo das versões de mais e mais elementos acabou tornando-se deliciosa – o que reflete-se nesta versão alucinante da música acompanhada inclusive de um coral só de homens para reforçar o quão épico é assistir à mitologia compilada destes muitos robôs gigantes aos quais basta coragem para irem ao infinito e além.


Hironobu Kageyama – Chou Hero Densetsu [Bakuman, episódio 1 – dentro do episódio]

AVISO: Após vasculhar o YouTube, Dailymotion e Vimeo e falhar miseravelmente em busca desta vídeo, infelizmente teremos que ficar somente com uma imagem de divulgação aliada com o áudio do TV Size da música. Se alguém tiver melhor sorte, favor informar nos comentários.

Todos somos surpreendidos logo no Primeiro Episódio da Primeira Temporada de Bakuman. ao ver Hironobu Kageyama, o mago por trás dos temas de muitos animes [principalmente Dragon Ball], cantando o tema de Chou Hero Densetsu, meta-obra presente na série que trata-se do único manga de sucesso do tio e inspirador do protagonista da obra, Mashiro Moritaka.

E foi justamente aqui o estúdio J.C.STAFF e o diretor Kenichi Kasai saíram com maior vigor da imensa zona de conforto que é esta adaptação do consagrado manga da JUMP para produzir noventa segundos de algo que consegue reunir com absurda competência o feeling de algo que não mais existe com um refinamento na produção [principalmente para uma obra no geral apagada] que só é possível nos anos 2010. Sem dúvida, bem melhor que qualquer abertura oficial da série.

E fiquem com o início do Episódio 126 de Gintama [a primeira série] como um bônus; afinal, é criativo, integrado na história e melhor coreografado que muita música de anime com maior importância na história deste.

5 Comentários

Arquivado em Aberturas

5 Respostas para “Dez Aberturas de Anime: One-Shots [Part B]

  1. Pss

    LILICURE GO GO! Esse foi um dos episódios que eu mais re-assisti de SZS porque toda vez que ia assistir a abertura acabava vedo tudo de novo. É um dos melhores animês que eu já vi na minha vida, pena que é difícil achar um sub que o expresse plenamente (mas eu meio q entendo o lado deles, tem coisa que só aparece por 5 segundos…).

    Vai ter OVA essa temporada, mas merecia, sei lá, mais umas cinco temporadas. Garanto que assistia.

  2. thaleshikaru

    Masaaki Endoh e Hironobu Kageyama num mesmo post. Este fã ficou muito mais que satisfeito.

    Algo que acho válido citar, é que Chou Hero Densetsu lembra um pouco a abertura de Gatchaman (http://www.youtube.com/watch?v=HQVUw30-4k4). Relembrar os heróis anciões, acredito.

  3. OTSUU-CHAN!! essa de Gintama foi boa demais kkkkkkk

    baixei esses dias a discografia de “Boom Boom Satellites” [da OP de Xam’d] e vale muito a pena, banda muito legal de escutar…

    nao curto muito esses animes exagerados de Robo e tal [me limito a Gundam/Macross e genericos] mas essa abertura e essa música é pra VOMITAR ARCO-IRIS mesmo… me lembra a OP de “SUPER ROBOT TAISEN – OG THE INSPECTOR”, a banda parecida ate, Jam Project…

  4. @Pss: OVA de Sayonara Zetsubou Sensei? Como assim? Não está no chart, não fiquei sabendo…

    @thaleshikaru: Cliente satisfeito é a alegria da casa; e bem, realmente Gatchaman parece ter sido uma bela inspiração para essa “OP” de Bakuman..

    @kkkaza: Legal o comentário; mas só falo que a proposta do artigo não era bem para o lado de aberturas “de macho”, então…

  5. Naumhagatos

    “Bem que poderíamos tê-la em mais episódios, não?”

    Deseja perverter a maestria de Kumeta? Seu otaku imundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s