Arquivo da tag: Polêmica

Gloob Rejeita “Animações Japonesas Violentas”

“As animações japonesas recentes, violentas, a gente não quer ver no Gloob”, conta Paulo Marinho, diretor-geral do novo canal infantil do Globosat à coluna do Daniel Castro. E você achando que está faltando sangue em Fairy Tail… Continuar lendo

18 Comentários

Arquivado em Notícias

Naruto Shippuuden 167 e Sua Polêmica Animação

Esta foto acima é um frame de 387º episódio de Naruto, o 167º da fase Shippuuden – na qual o protagonista já tem 15 anos. O episódio deve ser horrível, não? Continuar lendo

13 Comentários

Arquivado em Estudo

Por Que Assistimos Anime?

Afinal, por que diabos assistimos anime? Continuar lendo

8 Comentários

Arquivado em Estudo

Anime, Cultura Japonesa e Religião: Uma Combinação Possível?

Antes de começar propriamente este artigo, dois avisos: Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Estudo, Outros

#paniniday, Advogado do Diabo

Só em 2016...

ONE PIECE, DRAGON BALL, MONSTER E MUITO MAIS SERÃO RELANÇADOS EM TANKOHON PELA PANINI A PARTIR DE 2012! CHUPA JBC! CHUPA MARCELO DEL GRECO! TODOS SURTA! Continuar lendo

8 Comentários

Arquivado em Notícias, Outros

Pokémon, Eleição Presidencial Americana, Música Popular Brasileira e Character Design


Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades

BLOOD-C, The Last Dark: Trailer e Algumas Considerações


Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Notícias

Porque Gosto de Yaoi

“O que passa na cabeça dessas fujoshis loucas?” Continuar lendo

22 Comentários

Arquivado em Guest Post, Outros

L&PM Pocket Manga, Wishful Thinking e Decepção

Como quase todo mundo deve estar sabendo, a conhecida coleção L&PM Pocket – referência em livros de bolso no Brasil – inicia este mês uma seção de manga a serem publicados pelo selo no Brasil; a começar por Solanin e Bouken Shounen [Aventuras de Menino], mangas que são escolha certa para atingir o público de livraria [e bancas de elite] no qual a editora trabalha.

O diferencial da L&PM para outras editoras de manga, inclusas as grandes, é fazer parte de uma editora de livros com escala maior e que não precisa construir todo um novo caminho do zero; da impressão à distribuição, os mangas são parte de um processo estável e lucrativo. Assim, é factível um preço de quinze reais para uma edição com papel de qualidade. Claro que tudo soa profissional – até o lançamento por canais oficiais na internet – e temos presente tudo que deveria ser o padrão, mas o hype dos formadores de opinião no Twitter e outros anda absurdo.

Continuar lendo

6 Comentários

Arquivado em Outros

#VergonhaJBC e a pergunta que não é feita

A hashtag da polêmica.

Que as editoras brasileiras de manga não fazem o melhor dos trabalhos, todo mundo sabe. E de vez em quando vem a tona um problema como as páginas ultra-finas de Kobato. 1, que chegam a ser transparentes – assim, em um acinzentado feriado de 15 de Novembro de 2011 esporadicamente pipocou a hashtag #VergonhaJBC, que requentou esta discussão muito antiga sobre o padrão de qualidade de publicação dos mangas no Brasil, sempre com as inevitáveis comparações com o estrangeiro. Hora de colocar os pingos nos is nesta questão. Continuar lendo

8 Comentários

Arquivado em Outros