Fate/zero 21: Cavaleiro em Duas Rodas

Fate/zero 20: Retorno do Assassino

O caminho para o grande clímax de Fate/zero está longe do heroísmo da suposta protagonista Saber – quem manipula lindamente as cordinhas aqui é Kirei Kotomine, cada vez mais o grande vilão desta história.

Rider vs. Saber.

O conflito que, dados os acontecimentos do último episódio, todos esperavam, até aconteceu. Mas de uma forma inesperada para muitos, tivemos basicamente uma grande perseguição que sem dúvida já e uma das grandes cenas de ação de toda a série para mostrar que sim, tecnicamente a possuidora da espada lendária Excalibur é a mais poderosa entre todas as classes de servos.

A solução tomada aqui por uma corrida entre os dois servos honrosos ainda presentes na série foi genial; claro que a corrida acabou sofrendo um pouco pelo óbvio CG presente na moto de Saber, mas os poucos minutos desta sem dúvida já são uma das melhores cenas automobilísticas da história dos animes [e olha que a animação japonesa é pródiga nisto; ora, quem não se lembra da clássica cena de AKIRA aonde se introduzem as futuristas motocicletas ali presentes?]; animação e direção unidas em prol de passar a emoção e a grandiosidade de algo aonde não são simples humanos perseguindo-se um ao outro; e sim heróis, servos de poderosos magos.

Além disso, o uso da Excalibur por Saber também é efetivo em mostrar a nobilidade desta; para seu objetivo aqui, salvar Irisviel das garras de Rider, vale tudo, até contrariar o senso comum presente nesta guerra e sim, utilizar-se pela segunda vez de seu Nobre Fantasma, que de fora da cidade ecoa, lindo, amarelo, forte.

Mas Fate/zero é cruel. Assim, nada adiantou tudo isto relatado acima porque afinal, Rider simplesmente não sequestrou Irisviel; a série dá a entender que sim, este seria capaz disto, mas simplesmente acaba não tendo as habilidades necessárias para a ação.

E sabendo disto Kiritsugu já está em sua caça paralela aos sequestradores de Iris, no caso no traço da família Matou [que por certa dedução seria o grupo com maiores possibilidades para isto] quando acha alguém que após certa tortura acaba confessando que “um cara da Igreja” teria se encontrado com estes.

Sim, tudo não passou de mais um complexo plano arquitetado por Kotomine Kirei utilizando-se de Kariya e Berserker para atingir o seu objetivo de fazer Rider e Saber duelarem-se [e portanto enfraquecerem-se mutualmente] enquanto fica com o recipiente necessário para invocar o Cálice Sagrado [e claro, pensando no roteiro de um ponto de vista “por fora”, dar um motivo para seu combate com Kiritsugu tornar-se pessoal].

Mas isto não foi suficiente para o poderoso Executor neste episódio, e assim ele aproveita-se para quebrar a mente do único personagem restante do qual isto ainda é possível. E é assim que arma um verdadeiro teatro, Igreja Católica inclusa [no Japão, veja só], para Kariya finalmente perder a única razão pela qual mantia ainda um fio de sanidade: Aoi.

Quando este chega [claro, guiado por Kirei] para supostamente matar Tokiomi, percebe que, para seu alívio, afinal este já estava morto. O que cruelmente vira seu pior pesadelo quando em um – repito, toda esta parte é, como citado posteriormente por Gilgamesh, teatral, propositadamente falsa – deus ex machina quando Aoi entra e descobre seu marido morto nas mãos de quem dizia-se um amigo.

Claro que ela iria descontar nele toda a raiva interna que sentia pela família Matou [algo construído, mesmo que sem muito foco, em um dos pontos menos altos do anime nesta parte de enredo] e claro que ele ia em seguir perder, perder o sentido, perder tudo. Como planejado.

Tela preta e a morte mais cruel do anime até aqui, um estrangulamento da pessoa que mais importa na sua vida. E assim mais um personagem deixa de ser humano nesta busca louca e insna por uma fonte do poder supremo, do poder que a todos corrompe que é Fate/zero. Pode dividir opiniões do público, mas que a execução aqui foi excelente, com toques de sublime, foi. Talvez a melhor cena que não será lembrada de todo o anime.

E é assim, naturalmente, que o anime caminha-se para o seu final. Ainda tivemos neste episódio o confronto entre as verdadeiras cobras criadas que são Kirei e Zouken, que simplesmente discutem o destino do citado acima – momento mais TYPE-MOON do episódio e é aonde vemos que Kirei ainda é um personagem “incompleto”, com certos pontos a serem resolvidos.

Zouken é velho e todo frustração, tendo decidido o que quer da vida; seu objetivo é simplesmente o poder a qualquer custo, mesmo que inclua submeter seu filho e sua neta as piores torturas para isto; já Kirei… ainda falta uma peça, a peça mágica [sendo que Kiritsugu também possui uma] que só será revelada no final.

E assim ainda faltam 29:53:32 para…

Fate/zero 22: Todo O Mal No Mundo

4 Comentários

Arquivado em Episódio a Episódio

4 Respostas para “Fate/zero 21: Cavaleiro em Duas Rodas

  1. Pingback: Fate/zero 20: Retorno do Assassino | Nahel Argama

  2. Episódio muito bom esse. Francamente, não me surpreende mais quando um episódio de Fate/Zero fica acima das expectativas, já que quase todos até agora fizeram isso.

    Aliás, /r/ review de Unicorn 5. Kai, Beltorchika e Bright no mesmo episódio.

  3. Gabriel

    Não sei se é porque nunca tive tanta empatia pelo personagem Kariya, mas ainda achei a morte do Kayneth e sua esposa a mais cruel do anime, claro que não tiro créditos dessa ultima já que daqui em diante o Kariya ta mais estragado que o possível e a curiosidade em cima dele aumenta.

    É isso, mais alguns episódios estaremos com Fate/Zero terminado:/ (2ª temporada de Game of Thrones também acaba essa semana, num sei o que vou fazer depois hahahaha)

  4. Pingback: Fate/zero 22: Todo O Mal No Mundo | Nahel Argama

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s